1988 – Seventh Son Of A Seventh Son

1988-seventh-son-of-a-seventh-son

Um dos melhores álbuns da donzela, por todo seu contexto, letras e melodias. O álbum começa já com uma citação dita por Bruce Dickinson que resume bem o contexto do álbum, sobre o “sétimo filho” e os poderes que este ser pode conseguir. As músicas se encaixam para formar uma história e segundo Bruce, quando a banda se juntou para ensaiar e gravar o álbum, ele e Steve já tinham letras preparadas e não sabiam que se completariam tanto.
Sobre as músicas, o álbum todo tem uma energia incrível, “Moonchild”, como toda primeira música, vem empolgante e pesada, com um refrão fácil de se decorar. A balada “Infinite Dreams” que logo se transforma numa canção forte e com um solo duplo íncrivel, digno do famoso “ôôô” quando executada ao vivo. “Can I Play With Madness” e “The Evil That Men Do” são 2 dos singles do álbum e ainda hoje são executadas ao vivo pela banda. A música-título aparece como um épico para empolgar a história, falando exatamente sobre o nascimento do sétimo filho. “The Prophecy” surge como uma das músicas menos empolgantes do álbum, mas com bons solos. “The Clairvoyant” é outro single do álbum (foi o álbum que mais singles teve, ao todo foram 4),  outra empolgante que ainda hoje é executada em shows. “Only The Good Die Young” encerra o álbum falando exatamente sobre a morte, se ela realmente é o fim de tudo mas ao fim da música, Bruce novamente cita o texto dito no ínicio do álbum, dando a entender que realmente a morte não representa o fim e sim um recomeço.

Data de lançamento: 11 de Abril de 1988

UK Chart Position: 1

Versão original

1. “Moonchild” 5:39
2. “Infinite Dreams” 6:09
3. “Can I Play With Madness” 3:31
4. “The Evil That Men Do” 4:34
5. “Seventh Son Of A Seventh Son” 9:53
6. “The Prophecy” 5:05
7. “The Clairvoyant” 4:27
8. “Only The Good Die Young” 4:41

Anúncios

Uma resposta to “1988 – Seventh Son Of A Seventh Son”

  1. Gustavo Cavalcante Says:

    Sem sombra de dúvidas um dos meus discos favoritos da carreira da
    Donzela, mas… pra mim este album só é bom pela primeira metade….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: