1981 – Killers

copia-de-killers11

Killers foi um álbum que causou polêmica pela capa onde Eddie aparece como serial killer (no single Sanctuary Eddie já havia aparecido assim matando Margareth Thatcher).
Sobre as músicas podemos destacar “Wrathchild”, que é executada com muito peso e em poucos minutos, sendo uma das músicas mais rápidas da banda em termos de tempo, podendo ser chamada de “pequena grande música” e pelo sucesso ainda é executada em shows, “Killers”, a faixa-título tem um grande peso e excelentes solo, uma das melhores músicas do álbum, podemos destacar a grande performance de Di’Anno, uma das melhores músicas que soou bem com sua voz, “Purgatory” tem um som bem “punk”, lembrando o álbum anterior, outro ponto que pode ser destacado deste álbum é o fato de ter 2 instrumentais com destaque para “Genghis Khan” com um solo duplo incrível (posteriormente foi usado na abertura do vídeo Raising Hell), Twilight Zone, assim como no álbum anterior, foi uma das músicas não lançadas em sua primeira prensa, mas que foi lançada na versão americana como faixa 8, em 1998 na remixagem a música incorporou o álbum como faixa 10.
Em termos de mixagem, o álbum está excelente, totalmente o contrário de seu antecessor, foi o primeiro de muitos mixados pelo mestre Martin Birch

Data de lançamento: 9 de Fevereiro de 1981

UK Chart Position: 12

Versão original britânica

1. “The Ides of March” – 1:46
2. “Wrathchild” – 2:54
3. “Murders in the Rue Morgue” – 4:18
4. “Another Life” – 3:22
5. “Genghis Khan” – 3:06
6. “Innocent Exile” – 3:53
7. “Killers” – 5:01
8. “Prodigal Son” – 6:11
9. “Purgatory” – 3:20
10. “Drifter” – 4:48

Versão original americana

1. “The Ides of March” – 1:45
2. “Wrathchild” – 2:54
3. “Murders in the Rue Morgue” – 4:19
4. “Another Life” – 3:22
5. “Genghis Khan” – 3:06
6. “Innocent Exile” – 3:53
7. “Killers” – 5:01
8. “Twilight Zone” – 2:34
9. “Prodigal Son” – 6:11
10. “Purgatory” – 3:21
11. “Drifter” – 4:48

Versão de 1998

1. “The Ides of March” – 1:46
2. “Wrathchild” – 2:54
3. “Murders in the Rue Morgue” – 4:18
4. “Another Life” – 3:23
5. “Genghis Khan” – 3:05
6. “Innocent Exile” – 3:52
7. “Killers” – 5:01
8. “Prodigal Son” – 6:11
9. “Purgatory” – 3:20
10. “Twilight Zone” – 2:31
11. “Drifter” – 4:49

Anúncios

2 Respostas to “1981 – Killers”

  1. Gustavo Cavalcante Says:

    Este album tem uma das minhas canções favoritas do Iron Maiden sendo ela
    a Wrathchild muito empolgante e dançante tbem, com holofotes para o Riff
    do Baixo de Harris, e tbem vale destacar o instrumental de “Genghis Khan” sendo pra mim o melhor instrumental do Iron.

  2. Marcelo Sabino Says:

    Fase retTRÔ maravilhosa do IRON MAIDEN… Uma viagem no tempo… Somewhere Back in Time com Di`Anno…. DRIFTER, ANOTHER LIFE, GENGHIS KHAN, PRODIGAL SON… Todas são fenomenais… Tudo que o IRON MAIDEN faz é sensacional… Uma fuga transcendental deste planeta para um mundo abstrato… Nosso escape das misérias e decepções deste país… “A vida sem a música seria um erro”(Nietzsche, pensador niilista)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: