15/03/10: Um ano do “Eddiestock”

Há exatamente um ano acontecia no Autodrómo de Interlagos, em São Paulo, um show que parecia ser apenas mais um da banda Iron Maiden, mas não foi.

Dois dias antes daquele dia 15 de março de 2009 (domingo), todos os jornais brasileiros noticiavam que o domingo seria de Sol forte e o show do Iron Maiden aconteceria debaixo de muito calor. Todos os fãs ficaram animados, não pelo calor, mas sim porque um ano antes, em 2008, o Iron Maiden havia feito um show na mesma cidade de São Paulo com água por todo o palco e alguns problemas de iluminação causados pela chuva.

Eram 14h da tarde do famoso dia, parecia que estava tudo normal, as filas de Pista e Premium estavam formadas, mas não com a organização correta, a fila da Premium tinha dois ínicios, assim como a fila da Pista Comum, com isso, os fãs tinham que ir até a porta de entrada para poder reconhecer qual das duas filas estava correta. Outro fator importante a se destacar é que a abertura dos portões estava marcada para as 14h (indicado no ingresso), mas eram 15:30h da tarde e os portões ainda estavam fechados. Nesse momento, eis que surge ela, a temida chuva, aquela que havia sido garantida como não presente no show. Por esse motivo, a abertura dos portões foi atrasada mais ainda, pois a chuva havia avariado muitos equipamentos do Iron Maiden e até da organização do show.

Os portões foram abertos REALMENTE as 16h e logo que foram entrando, os fãs perceberam que todo aquele gramado de Interlagos, aliado a água da chuva, havia se transformado num verdadeiro mar de lama, complicando ainda mais a vida daqueles que já haviam sofrido com a má organização do evento, esperando a abertura atrasada dos portões e aguentando uma forte chuva na fila. Não havia um ponto sequer sem lama, tornando o show um verdadeiro “Eddiestock” (em alusão ao Woodstock que ocorreu em uma fazenda também coberta de lama).

Devido a chuva, conforme mencionado mais acima, vários equipamentos do Iron Maiden foram avariados, entre eles iluminação, telões e fogos, isso ocasionou o atraso na apresentação da banda. As 20h (horário programado para o inicio do show), Rod Smallwood e um dos organizadores do show entraram no palco para anunciar um atraso de 1h no show, provocando um principio de vaias entre os presentes (antes disso Lauren Harris “esquentou” o público e por conta da chuva a banda brasileira Shadowside nem pôde se apresentar para que os roadies do Iron consertassem os problemas). Isso ajudou os fãs que haviam se confundido com as filas na entrada do show, pois esses tiveram que encontrar a fila verdadeira e entraram em Interlagos depois das 20h (muitos perderam o inicio do show, mesmo com o atraso).

O show nem se pode reclamar, a banda foi impecável, as 21:10h, o Iron Maiden entrou em palco com um set-list matador, relembrando os anos de Ouro da década de 80, tocando pela primeira vez em SP músicas históricas como “Phantom Of The Opera” e “Children Of The Damned”, duas das músicas diferentes do set-list de 2008, mas isso foi comentado em resenhas logo após o show e aqui nesse texto estamos comentando sobre os fatos “diferentes” e problemáticos desse primeiro ano de “Eddiestock”.

Para finalizar, mais uma da má organização, haviam duas entradas para os fãs, as filas de Pista e Premium, isso já é um erro, deveriam haver pelo menos 4 entradas, mas na saída, apenas UM, exatamente, um portão estava aberto para todos os 63 mil fãs (a organização do evento anunciou um público de 40 mil pessoas, mas isso ocorreu para que a organização não tivesse problemas com a policía e nem com o corpo de bombeiros, que haviam liberado o número máximo de 40 mil, a Livepass, responsável pela venda dos ingressos, divulgou pouco depois do show que havia vendido 90 mil, portanto esse número ainda é controverso) saírem, obviamente gerou uma baita confusão, 63 mil fãs saindo por apenas um pequeno portão, mas que, graças ao comportamento tranquilo dos fãs, não provocou nada de grave.

Ou seja, valeu comentar sobre o primeiro aniversário desse show, que poderia ter sido apenas mais um na história do Iron Maiden e de qualquer fã que já presenciou muitos show da banda, mas que graças aos organizadores, a natureza e claro, a própria banda se tornou um show histórico.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: