Era de Ouro: Por que acabou?

Como todos sabem, a Era de Ouro do Iron Maiden se concentrou nos anos 80, destacando-se desde o álbum The Number Of The Beast com a entrada de Bruce até o álbum 7th Son Of A 7th Son, mas muitos acham que essa era se acabou porque a escolha de Janick não foi bem sucedida e o álbum No Prayer For The Dying por isso teve uma má vendagem, mas não foi bem assim, algumas coisas que muitos não sabem podem ter causado o problema da concepção desse álbum:
Steve Harris queria voltar as origens, com sons mais voltados ao punk rock do ínicio de carreira e apresentações mais simples, sem os famosos apetrechos de palco e explosões que consagraram a banda, para se ter uma ideia, a turnê do No Prayer For The Dying tinha apenas a estrutura acima da bateria para Bruce dar suas corridas e caixas de som a mostra sem os famosos papéis de parede cobrindo-as. Algumas discussões pós-turnê 7th Son também ocorreram devido ao excessivo número de shows e o desgaste de alguns membros. Adrian Smith que ajudou e muito na “construção” da Era de Ouro não gostou muito da ideia de Steve de voltar as origens e resolveu seguir seu caminho pouco antes das gravações do álbum, pouco antes porque ele chegou a ajudar em algumas composições (Hooks In You leva seu nome entre os compositores) e também participou de uma sessão de fotos para divulgação do álbum com as jaquetas de couro e calças jeans que caracterizavam as sessões para esse álbum (veja foto abaixo). Dave Murray declarou na época que seria dificil tocar sem Adrian pois a química entre eles e os solos eram excelentes (Dave e Adrian são amigos de infância, Dave foi professor de guitarra de Adrian).
Talvez esses fatos já sejam de conhecimento de muitos fãs, mas pela crítica que se fez ao então novo guitarrista Janick Gers, é interessante lembrar esses fatos para que não se jogue a culpa em um ou outro membro. Realmente a ideia de Steve de voltar as origens foi mal-sucedida, mas com as desavenças e declarações problemáticas faltou talvez uma conversa entre os membros para que se chegasse a um consenso para produzir um álbum digno da força do Iron Maiden e da famosa Era de Ouro.

Adrian Smith em uma das sessões de fotos de No Prayer For The Dying

Adrian Smith em uma das sessões de fotos de No Prayer For The Dying

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: